sábado, 20 de julho de 2013

COMENTÁRIO CONCISO E HOMILÉTICO DE JÓ CAPÍTULO 23

COMENTÁRIO CONCISO E HOMILÉTICO DE JÓ CAPÍTULO 23
Pr. Cirilo Gonçalves

 
Jó 23.1 - “Então respondeu Jó”. Esse homem chamado Jó estava destruído, física, mental, psicológica e materialmente. Mesmo assim respondia Teologia em alto nível. Mesmo assim pensava e falava com coerência. Mesmo assim tinha clareza mental para debater educadamente com os seus acusadores. Jesus em meio a traições, torturas psicológicas e físicas teve forças suficientes para dialogar, perdoar, inspirar e salvar. (Mt26-27//Mc 14-15//Lc 22-23//Jo 18-19).

Jó 23.3 – As duas perguntas de Jó são Teologia Refinada. "Onde encontrar a Deus?" Ninguém pode encontra-lO se Ele não se revelar. Ele sempre toma a iniciativa de Se revelar ao homem e revelar a Sua salvação. Essa revelação se deu em Jesus Cristo. "Como ir à habitação de Deus?". Literalmente, ninguém consegue esse feito, por enquanto. Mesmo os humanos Enoque (Gn 5.24), Elias (2Rs 2.9-14), Moisés (Mt 17.1-8) e os santos que ressuscitaram quando Jesus ressuscitou (Mt. 27.50-53) e que hoje estão na habitação do Todo Poderoso, foram levados por Ele pra lá. Porém o Apóstolo diz que pela fé já podemos nos assentar nos lugares celestiais (Ef. 2.6; 3.12). Disse Jesus: “Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida, ninguém vem ao Pai se não por mim” (Jo 14.6). Um dia quando estivermos glorificados por ocasião da volta de Jesus (1Ts 4.16-17), entraremos em Seu reino pelas portas (Ap 21.27; 22.14). Hoje, Ele é quem vem à Sua habitação, isto é ao "corpo" do remido pelo sangue do Cordeiro. Nós somos o Templo de Deus, Santuário de Deus (1Co 3.16-17; 6.19-20). Está escrito: "Vem a nós..."! (Mt 6.10). Vemos que a iniciativa do encontro com Deus é sempre divina, nunca humana. A Doutrina da Auto Revelação de Deus é uma base do cristianismo. Toda Criação divina, Toda Escritura Sagrada e Toda História de Cristo são métodos divinos de Auto Revelação. Rejeitá-los é ser indesculpável (Rm 1).

Jó 23.5 - Quando o SENHOR Se Revela, temos que estudar os Seus conselhos. Assim passaremos a conhecê-Lo e a amá-Lo. Eis aí a Eternidade (Jo 17.3).

Jó 23.6 - O SENHOR não acusa ninguém. O Diabo sim é o "acusador dos nossos irmãos" (Ap 12.10).

Jó 23.7 - O encontro com o SENHOR Deus Todo Poderoso produz liberdade. As acusações dos julgadores são destruídas. Jó queria esse encontro com Deus para se livrar de seus acusadores e viver em paz. Ele queria que Deus exercesse a Sua justiça.

Jó 23.8 - Pergunta de Jó é Teologia Refinada. Jó reconhece a Onipresença divina. "Onde Deus está?" Está no Oriente? Está no Ocidente? Está no Norte? Ou está no Sul? Na verdade Deus está em todos os lugares. A mulher samaritana disse à Jesus: Nossos pais adoravam nesse monte; vós entretanto, dizeis que em Jerusalém é o lugar onde se deve adorar” e Jesus respondeu: “... Nem neste monte e nem em Jerusalém adorareis ao Pai... Deus é espírito e importa que os Seus adoradores O adorem em espírito e em verdade”. (Jo 4.24). Jesus, também está em todos os lugares (Mt 28.18-20) e o Espírito Santo possui o mesmo atributo (Sl 139.7-8) Está em todos os lugares.

Jó 23.10 – A fé de Jó é inteligente e inabalável. Pela fé ele reconhece a Onisciência divina: "Ele conhece o caminho por onde ando". O SENHOR é diferente de todos os deuses criados pelas mãos humanas. O Salmo 115.2-8 relata: “Por que perguntam as nações: Onde está o Deus deles? O nosso Deus está nos céus, e pode fazer tudo o que lhe agrada. Os ídolos deles, de prata e ouro, são feitos por mãos humanas. Têm boca, mas não podem falar, olhos, mas não podem ver; têm ouvidos, mas não podem ouvir, nariz, mas não podem sentir cheiro; têm mãos, mas nada podem apalpar, pés, mas não podem andar; nem emitem som algum com a garganta. Tornem-se como eles aqueles que os fazem e todos os que neles confiam. A fé de Jó, em Deus, é digna de ser imitada: Ele é um modelo pra toda a humanidade e um tipo do Messias. Disse Jó: "Meus pés seguiram de perto as Suas pegadas". Esse estilo de vida é lindo de mais. Essa firmeza de propósito é inspiradora. Os nossos pés devem seguir os SEUS pés. Pois os de Jó o faziam. Se assim o fizermos não andaremos em trevas, mas teremos a Luz da vida (Jo 8.12).

Jó 23.11-12 - A fé de Jó em Deus é digna de ser imitada: "Mantive-me no Seu caminho sem desviar-me". Jesus disse: “Mas aquele que perseverar até o fim será salvo” (Mt 24.13) A fé de Jó em Deus é digna de ser imitada: "Não me afastei dos mandamentos dos Seus lábios". Está escrito no Salmo 1.2 “Antes, o seu prazer está na lei do SENHOR, e na sua lei medita de dia e de noite” e no Salmo 19.7-11 está escrito assim: “A lei do Senhor é perfeita, e revigora a alma. Os testemunhos do Senhor são dignos de confiança, e tornam sábios os inexperientes. Os preceitos do Senhor são justos, e dão alegria ao coração. Os mandamentos do Senhor são límpidos, e trazem luz aos olhos. O temor do Senhor é puro, e dura para sempre. As ordenanças do Senhor são verdadeiras, são todas elas justas. São mais desejáveis do que o ouro, do que muito ouro puro; são mais doces do que o mel, do que as gotas do favo. Por elas o teu servo é advertido; há grande recompensa em obedecer-lhes”. A fé de Jó em Deus é digna de ser imitada: "Dei mais valor às palavras de Sua boca do que ao meu pão de cada dia". Jesus também disse algo parecido: "A minha comida é fazer a vontade daquele que me enviou e concluir a sua obra”. (João 4:34).

Jó 23.13-14 - Altíssima compreensão que Jó tinha da Pessoa de Deus e da Sua soberania. "Mas ELE é ELE". "Quem pode fazer oposição a Ele?". "Ele pode fazer o que quer". "Ele executa o Seu Decreto". "Ele tem muitos outros planos".

Jó 23.15-16 - Jó, ao meditar na Pessoa de Deus ficou apavorado, amedrontado e com o coração desmaiado. Há muita grandeza em SEU SER.

Jó 23.17 - Nada pode silenciar o justo: Nem discursos desonestos, nem palavras agressivas, nem acusações, nem doença ou perda.

 

Pr. Cirilo Gonçalves
Evangelista da IASD – AP, SP.
Bacharel e Mestre em Teologia.
Doutorando em Teologia.
TWITTER: @prcirilo.

domingo, 14 de julho de 2013